Início » Portugal diz que não há qualquer plano de reparação histórica pelo colonialismo

Portugal diz que não há qualquer plano de reparação histórica pelo colonialismo

por Daiane Giesen
89 visualizações

O governo português afirmou, em comunicado com um do Conselho de Ministros, que não há qualquer plano para um processo de reparação histórica pelo colonialismo e pelos crimes cometidos durante a escravidão.

A declaração do primeiro-ministro do país, Luís Montenegro, vem depois das falas do presidente Marcelo Rebelo de Sousa, na última terça-feira (23), durante um jantar com a imprensa estrangeira em Portugal. Na ocasião, o líder português afirmou que o país deveria “pagar os custos” dos crimes cometidos durante o período colonial.

“Sobre a questão da reparação a esses Estados e aos seus povos pelo passado colonial português, é importante ressaltar que o atual governo se pauta pela mesma linha dos governos anteriores”, disse o premiê por meio de uma nota. “Não esteve e não está em pauta nenhum processo ou programa de ações específicas com esse propósito”, complementa.

O governo português diz que já realiza ao longo dos anos “gestos e programas de cooperação de reconhecimento da verdade histórica com isenção e imparcialidade”. “A linha do governo português é e será sempre esta: aprofundamento das relações mútuas, respeito pela verdade histórica e cooperação cada vez mais intensa e estreita, na reconciliação de povos irmãos”, completou o premiê.

Portugal traficou quase 6 milhões de africanos, mais do que qualquer outra nação europeia. Países como Angola, Moçambique, Brasil, Cabo Verde e Timor Leste, bem como partes da Índia, foram submetidos ao domínio português.

Fonte: O Sul

Publicações Relacionadas

Receba nosso Informativo

Informação de Contato
656415
© 2023 - Grupo Ceres de Comunicação - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade