Início » Ministério da Justiça aprova recomendação sobre câmeras em fardas de policiais

Ministério da Justiça aprova recomendação sobre câmeras em fardas de policiais

por Daiane Giesen
287 visualizações

Nesta sexta-feira (19), o Ministério da Justiça aprovou uma recomendação que estabelece padrões para o uso de câmeras em fardas de policiais e agentes de segurança. A decisão foi tomada pelo Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), principal órgão da sociedade civil subordinado ao ministro Flávio Dino. Após a aprovação, a recomendação será submetida ao ministro Dino para validação e posterior publicação no Diário Oficial da União (DOU).

É importante ressaltar que a recomendação não possui força normativa; no entanto, estabelece diretrizes e padrões a serem seguidos no uso de câmeras em uniformes de policiais. Este é um dos últimos encaminhamentos realizados por Dino antes de assumir sua posição no Supremo Tribunal Federal (STF), sendo substituído por Ricardo Lewandowski, ex-integrante da mesma Corte.

O debate sobre o uso de câmeras corporais por policiais está em pauta em diversos estados do país. Enquanto o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, questiona a eficácia da medida, Rio de Janeiro e Bahia seguem em direção oposta, planejando a implementação desses dispositivos.

No Rio de Janeiro, policiais militares já utilizam câmeras em suas fardas, inclusive em unidades especiais como o Batalhão de Operações Especiais (Bope), que iniciou o uso desses dispositivos na semana passada. O futuro secretário nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Mário Sarrubbo, expressou apoio ao uso de câmeras corporais por policiais militares, destacando os benefícios na redução da letalidade policial e no aumento da eficiência operacional.

Sarrubbo também mencionou que o ministro Lewandowski compartilha desse entusiasmo, indicando a possibilidade de avanço na oferta de instrumentos aos estados e no estímulo a políticas de segurança mais eficazes, que não se baseiem no aumento do número de mortes como indicador de melhoria na segurança pública.

Publicações Relacionadas

Receba nosso Informativo

Informação de Contato
656415
© 2023 - Grupo Ceres de Comunicação - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade