Início » Guiana acionará Conselho de Segurança da ONU contra Venezuela

Guiana acionará Conselho de Segurança da ONU contra Venezuela

por Daiane Giesen
172 visualizações

O presidente da Guiana, Irfaan Ali, anunciou nesta quarta-feira (06) sua intenção de acionar o Conselho de Segurança da ONU e a Corte Internacional de Justiça em resposta às recentes ações da Venezuela. Mais cedo, Nicolás Maduro, líder venezuelano, proclamou a criação da zona de defesa integral da Guiana Essequiba, designando um general como a “única autoridade” na área.

Ali já manteve uma conversa com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, diante do aumento da tensão na fronteira. Durante um comunicado nacional, Ali afirmou que a Guiana reportará a situação ao Conselho de Segurança da ONU e à Corte Internacional de Justiça pela manhã.

O presidente da Guiana também declarou que a Força de Defesa da Guiana está em alerta máximo, acusando a Venezuela de ameaçar a integridade territorial e a estabilidade política do país. Ele enfatizou que a Venezuela se autodeclarou uma nação fora da lei.

A disputa territorial começou quando a Guiana descobriu reservas significativas de petróleo e gás offshore, levando Maduro a reivindicar uma área de mais de 160 mil metros quadrados. Desde então, a economia da Guiana apresentou um notável crescimento de 60% em 2022, conforme destacado pelo especialista em Relações Internacionais, Felippe Ramos.

Irfaan Ali enviou uma mensagem tranquilizadora aos investidores, assegurando que seus investimentos estão seguros. Vale ressaltar que, antes do referendo, a Corte Internacional de Justiça determinou que a Venezuela se abstivesse de tomar qualquer ação capaz de alterar a situação do território de Essequiba. Os juízes enfatizaram que qualquer ação concreta para modificar o status da região deveria ser interrompida, observando que a Guiana atualmente administra e exerce controle sobre a área em disputa.

Fonte: CNN e Reuters

Publicações Relacionadas

Receba nosso Informativo

Informação de Contato
656415
© 2023 - Grupo Ceres de Comunicação - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade