Início » Cartório Eleitoral de Não-Me-Toque poderá ser extinto

Cartório Eleitoral de Não-Me-Toque poderá ser extinto

por Grupo Ceres
39 visualizações

Cartório-Eleitoral

provadas pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral  três alterações na resolução que trata da criação e instalação de zonas eleitorais, com o objetivo de realizar um rezoneamento eleitoral para aprimorar o trabalho e economizar gastos com as zonas eleitorais estão sendo discutidas pelos municípios Gaúchos. Pela proposta, a começar pelas capitais dos estados, cada zona eleitoral terá no mínimo 100 mil e no máximo 200 mil eleitores. Como fica a situação em Não-Me-Toque: O Município conta hoje com um cartório eleitoral que atende a população local  de 13.101 eleitores, mais os municípios de Victor Graeff  com 2.624 eleitores  e Tio Hugo  com 2.289 eleitores. Com esse rezoneamento existe a possibilidade do Cartório Eleitoral ser fechado e agregado a outro município. A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio Grande do Sul é contrária a medida, baseada na premissa de que se as mudanças foram confirmadas, haverá um impacto negativo para o eleitor que precisar usar os serviços da Justiça Eleitoral, como fazer um título de eleitor ou registrar a mudança de domicílio eleitoral.O Prefeito Armando destaca que é preciso pensar em casos locais e não generalizar como vem sendo feito. O Município está trabalhando intensivamente junto com o próprio Poder Judiciário no sentido de ficar sediada em Não-Me-Toque a 117ª região Eleitoral.

Ouça a entrevista com o prefeito Armando Carlos Roos. …. qau122431

Publicações Relacionadas

Receba nosso Informativo

Informação de Contato
656415
© 2023 - Grupo Ceres de Comunicação - Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade